Saiba Mais Sobre o Peixe Curimbata

O Curimbatá é uma espécie de peixe teleósteo caraciforme da família dos chamados caracídeos, bem como da subfamília dos proquilodontídeos, especialmente nos gêneros Prochilodus. Este é um peixe que vive em todo o território brasileiro, e se alimenta de vegetais e lodos das costas marítimas. Pode ser um peixe aproveitado para a aquacultura.

Características do Peixe Curimbatá.

Como características deste peixe, ele possui uma boca protátil, quando se projeta forma junto com grandes lábios um disco oral com seus pequenos e numerosos dentes enfileirados, estes que poderão servir para uma raspagem dos perifiton e detritos.

Como acontecem com outros peixes prochilodontídios, o curimatã geralmente realiza migrações para finalidades reprodutivas, e esta atividade deverá estar sincronizada a um aumento dos níveis de águas da época de enchentes.

As fêmeas por sua vez liberam os ovócitos e os machos esperma em grande quantidade, os óvulos serão fecundados e em seguida eclodem como larvas, estas terão de ser levadas pela correnteza até as planícies alagadas e invertebrados marinhos que servem de alimentos para a espécie.

Outras particularidades de sua alimentação é que este é um peixe detritívoro, ou seja, um peixe que geralmente se alimenta de restos orgânicos, consumindo a vasa do fundo dos rios, como sedimentos orgânicos e ainda vegetais.

Sobre sua reprodução e mais informações.

A reprodução do Peixe Curimbata ocorre através de desova total a partir de novembro, onde acontece o processo de Piracema, a sua primeira maturação sexual acontece em torno de 20 cm de comprimento.

Este é um peixe que conta com escamas ásperas, boca terminal e lábios espessos e protráteis em forma de ventosa. Este peixe pode alcançar equivalentes de 30 cm de comprimento e atingir um peso equivalente de no máximo 450 gramas, o que o torna um peixe interessante para a prática de piscicultura.

 

Saiba Mais Sobre o Peixe Dojô

O Peixe Dojô, que também é conhecido como peixe cobra, é um peixe de água doce, nativo do nordeste da Ásia, em especial da China. Este é um peixe muito popular no aquarismo, por ser um agente limpador de fundos de aquários.

Este é um peixe que gosta muito de se enterrar principalmente durante o dia, já que é predominantemente notívago, mas nos casos da água ser muito fria, o peixe fica letárgico e assim permanece muito tempo enterrado.

O peixe Dojô geralmente não passa de oito centímetros em cativeiro, mas pode chegar a 20 cm na natureza. Este é encontrado em duas pigmentações naturais, uma delas com corpo mais listrado e outro com menos listras, em contrapartida outras colorações aparecem em cativeiro.

Curiosidades sobre a espécie.

Uma curiosidade deste animal é que muitos especialistas em piscicultura afirmam que ele possui habilidades meteorológicas, onde podem prever um tempo chuvoso por exemplo, quando começa a saltar para fora da água.

É um mito porém dizer isto, quando apresentam este tipo de comportamento, significa que a temperatura da água está acima do normal, já que o Dojô é um tipo de peixe de água fria, por seus rins precisarem deste tipo de água para sobreviver. É um animal bastante forte e resiste mais tempo sem água do que outros tipos de peixes.

Mesmo que seja um peixe fácil de se manter em aquários, o peixe Dojô requer alguns cuidados para que possa ter uma vida útil aumentada, e os deixar ainda mais vistos e mais vibrantes.

Sua alimentação ocorre de forma onívora, que aceita muito bem rações industrializadas em partilhas, as que são específicas para peixes de fundo, mas também gosta de se alimentar de proteínas vegetais e alimentos vivos por ao menos uma vez por semana, ou minhocas, artêmias, bloodworms ou caramujos.

Peixe Espadarte, Famoso Peixe-Espada

O Peixe Espadarte é um peixe teleósteo, perciforme, que faz parte da família dos triquiurídos, de regiões tropicais e temperadas dos oceanos.

Este é um peixe que chega a atingir pelo menos 3,5 metros de comprimento, seu corpo se apresenta de forma alongada e com uma cabeça cônica e a sua cauda é pontiaguda, semelhante a uma espada, a boca é prognata com fortes dentes, suas nadadeiras são dorsais, e existe ainda um anel com espinhos. Este é um peixe muito encontrado no comércio de pesca esportiva.

O peixe espada, assim como o atum pertence a um grupo de peixes azuis, estes que tem uma maior quantidade de gordura ômega 3, que são parecidas com a vegetal de tão saudável. Esta sua carne possui mais selênio do que nos peixes mais brancos.

Conheça algumas curiosidades sobre o peixe espada.

O peixe espada faz parte do gênero Aphanopus carbo, e é um peixe bastante apreciado na Região de Madeira, onde é capturado de forma abundante e consumido. São muitos os pratos tradicionais que podem ser feitos com este tipo de peixe, sendo o famoso peixe espada acompanhado por banana.

Este é um peixe que existe exclusivamente em águas mais frias no oceano Atlântico e se alimenta de peixes menores, principalmente de sardinhas, tem ainda um hábito de nadar em superfícies a noite e no fundo durante o dia.

O peixe é atraído por qualquer tipo de luz, e por isso a sua pescaria é feita com uma bóia luminosa, e um chicote de aço pois sua mandíbula é muito forte e tem o poder de cortar o mesmo, é importante ainda durante o processo de captura deste peixe ter cuidado com o seu manuseio pois ele pode decepar partes do corpo.

Os peixes espadartes podem ter até 4,6 metros de comprimento, e até 450 quilos, suas cores são o azul arroxeado, e a espada é quase preta.

 

Conheça o Peixe Esturjão

O Peixe Esturjão é o nome utilizado para determinar as espécies de peixes de várias espécies da família Acipenseridae. Este é um termo que inclui pelo menos 20 espécies de peixes conhecidas como esturjões e várias espécies que contam com nomes distintos.

Os peixes esturjões fazem parte de uma das mais antigas famílias de peixes ósseos existentes e conhecidas, são peixes nativos de rios, lagos e costas litorâneas em regiões tanto subtropicais como temperadas, mais encontrados na América do Norte.

Características físicas do peixe Esturjão.

Este é um peixe que possui um corpo alongado, ausência de escamas e muitas vezes grande porte. Não é incomum encontrar exemplares que passam 2 a 3,5 metros e algumas das espécies podem chegar a mais de 5 metros.

Alguns exemplares são exclusivamente de água doce, e dentre os que vivem em águas salgadas, são poucas as espécies que se distanciam de áreas costeiras. As espécies de peixe Esturjão são pescadas para extração de suas ovas, onde é feito o caviar.

Devido ao seu lento crescimento, e um longo período necessário para que ele atinja a maturidade, os esturjões são bastante vulneráveis a pesca excessiva bem como a outros tipos de ameaças como a poluição e mudanças de seu habitat.

A maior parte das espécies de peixe esturjão hoje, é considerada como vulnerável, em perigo ou em perigo crítico.

O Habitat do peixe esturjão e sua reprodução.

O peixe esturjão é encontrado em águas subtropicais e subárticas de regiões como a América do Norte e na Eurásia, e apesar de sua região habitada ser vasta, praticamente todas as espécies de esturjão estão altamente ameaçadas de extinção.

Não são conhecidas espécies que ocorram naturalmente em países como o Equador, África do Sul e região do Uruguai.

A grande parte das espécies, se reproduz em água doce e se alimentam em águas turvas e ricas deste tipo de nutriente dos estuários. Algumas espécies evoluíram e vivem exclusivamente em água doce.

Mais Sobre o Peixe Bem Conhecido, Garoupa

Temos o Peixe Garoupa como uma espécie facilmente reconhecível, por seu corpo gordo, cabeça grande e com relevos e espinhas, boca enorme e um pedúnculo em sua nadadeira caudal, esta que é curta e grossa.

Este peixe está presente em todo o litoral brasileiro, e este tipo de peixe é encontrado em fundos coralinos ou rochosos, onde poderá ter o seu hábito de se esconder.

A grande maioria das garoupas possuem cores brilhantes e padrões de coloração especiais que variam conforme as espécies. Estes são peixes que poderão atingir um comprimento de pelo menos mais de um metro.

Características do peixe Garoupa.

Saiba que a Garoupa da espécie Epinephelus marginatus conta com um corpo com a coloração parda avermelhada, e com a presença de manchas esverdeadas dos flancos. Em seu ventre, possui tons amarelados e suas nadadeiras são devidamente arredondadas e escuras com margens claras. Esta é uma garoupa que está devidamente representada no verso da cédula brasileira de R$ 100 reais.

A espécie mais conhecida é a Epinephelus guttatus, conhecida como a Garoupa Pintada, e possui uma coloração que varia entre o verde acinzentado ao marrom claro. Além de tudo isto existem pintas vermelho alaranjadas espalhadas em todo o seu corpo, estes peixes atingem um tamanho equivalente de no máximo 75 cm de comprimento e ainda pesam aproximadamente 25 kg.

As garoupas são consideradas peixes hermafroditas, possuem órgãos sexuais tanto masculinos como femininos, mas somente um dos tipos de encontram ativos em um determinado momento. Em sua maturação sexual, os peixes são fêmeas inicialmente e mais tarde se tornam machos.

Estes peixes produzem grandes quantidades de ovos planctônicos e durante a sua metamorfose para juvenis precisam encontrar um território devidamente adequado já que os adultos são os peixes demersais. São predadores bastante ativos que se alimentam dos peixes, lagostas, ouriços, moluscos e lulas.

 

Garoupa, Peixe Bastante Conhecido no Nosso País

Aqui no Brasil o Peixe Garoupa é bastante conhecido, seja por seu corpo gordo, cabeça grande com relevos e espinhas, além de uma boca enorme e um pedúnculo em nadadeiras caudais curta e grossa. Esta é uma espécie que se encontra em todo o litoral brasileiro, sendo muito encontrado em fundos de corais e rochas, onde há o hábito desta espécie se esconder.  A grande parte das garoupas possuem suas cores mais do que brilhantes e padrões de uma coloração especial, o que oscila conforme cada espécie.

Características do Peixe Garoupa.

O Peixe Garoupa é uma espécie que pode atingir um comprimento de mais de um metro. E no caso da Garoupa de espécie Epinephelus marginatus conta com um corpo e a sua coloração de forma parda e avermelhada, com uma presença de manchas esverdeadas nos flancos, formando algumas faixas verticais.

Em seu ventre temos tonalidades amarelas, e nadadeiras arredondadas e escuras, com bordas claras. Esta é a garoupa que está estampada ao verso da moeda brasileira de R$ 100.

Sobre a reprodução do Peixe Garoupa

Todas as espécies de Garoupa são hermafroditas, contando com órgãos sexuais tanto masculinos como femininos, em contrapartida alguns dos tipos se encontram ativos em um ponto determinado de sua vida.

Aos primeiros estados de maturação sexual deste peixe ele é fêmea, e posteriormente se converte em macho. São animais que produzem uma grande quantidade de ovos de ordem planctônicas e durante a sua metamorfose para juvenis tende a encontrar um território devidamente adequado, já que geralmente os peixes adultos são considerados demersais.

Estes são predadores sempre ativos, que se alimentam de peixes, lagostas, camarões, ouriços, moluscos, lulas, entre outros.

Por contar com uma carne altamente saborosa e macia, temos as garoupas como peixes mais do que apreciados na culinária. A partir disto temos a devida importância para a sua pesca e algumas das espécies criadas de forma exclusiva nas zonas costeiras.

 

Barrigudinho, O Peixe Guppy

O peixe Guppy é um bonito peixe ornamental que possui comportamento pacífico, este originário da América Central e da América do Sul com uma vida de mais ou menos dois anos, bastante utilizado e exposições aquarísticas.

Este é um animal ovovivíparo na família dos poecilídeos. Os machos adultos têm um tamanho de aproximadamente 5 centímetros e a fêmea 7 cm.

Sobre a distribuição e habitat do Peixe Guppy.

Este é um peixe que poderá ser localizado facilmente nos rios do Sudeste do Brasil, mesmo em águas poluídas, e são confundidos por leigos com girinos. Este tipo de peixe, em sua forma original conta com uma tonalidade cinzenta, mas a partir de diversos cruzamentos em cativeiro ele possui uma cor forte de vários tipos diferentes.

Dentre a sua distribuição e diversidade podemos citar que em ambiente natural, na América do Sul e no Caribe, este peixe geralmente é localizado em populações isoladas, habitando pequenos riachos e pequenos lagos.

A maior parte das espécies é localizada em países com clima tropical ou subtropical, formadas por peixes que fugiram para a natureza ou que foram introduzidos para ajudar no combate à malária, pois são comedores de suas larvas.

Sobre o comportamento do Peixe Guppy.

A grande variedade de padrões e cores é bastante significativa, entre várias populações em linhas albinas. E os que partilham o seu habitat com espécies de peixes predadores tem geralmente as cores mais vívidas, enquanto que os que não precisam lidar com este problema possuem cores mais fortes.

Muitas vezes os machos da espécie possuem comportamentos agressivos, como morder as barbatanas, e como acontece entre outras espécies, ou geralmente nas barbatanas mais vistosas como os escalares por exemplo.

Sobre a alimentação deste peixe, poderá ser alimentado várias vezes ao dia, desde que possam ser pequenas porções, este cardápio poderá ser bastante variado.

 

Conheça o Peixe de Água Salgada, Hadoque

O Peixe Hadoque é um peixe marinho que pode ser encontrado em ambos os lados da costa do Oceano Atlântico, e é comum apenas nesta região do planeta. Conheça um pouco mais sobre esta espécie, como suas características e outras informações.

Sobre as características dos Peixes Hadoque.

Os peixes Hadoque são peixes considerados como semelhantes ao bacalhau. Normalmente ele é encontrado em profundidades entre 40 a 133 metros, podendo chegar a mais de 300 metros de profundidade.

Uma pontuação importante é que as espécies mais jovens, como características preferem águas mais superficiais, enquanto que os peixes que são mais velhos, preferem águas mais profundas. Seu habitat compreende as temperaturas equivalentes entre 2 a 10 graus.

Sobre a sua migração e desova.

Os métodos de migração dos peixes Hadoque não são muito conhecidos. Seus locais preferidos de desova são encontrados ao largo do mar da Noruega, em uma área praticamente equidistante de costas, entre elas na Islândia, nas Ilhas Faroés, e na Noruega.

Sobre a utilização culinária do Peixe Hadoque.

No norte da Europa em regiões do Reino Unido e da Noruega este peixe é conhecido como Arinca, onde é comercializado em muitas formas, entre elas o peixe fresco, defumado, seco, congelado ou até mesmo em conserva.

Sua carne é branca e de boa qualidade, o que poderá ser cozinhada de várias formas como ocorre com o bacalhau fresco. A firmeza deste peixe é o que determina a sua frescura. Quanto mais fresco o peixe estiver, mais firme sua carne e translúcida.

Bem ao contrário do que acontece com o bacalhau, o processo de salgar o arinca não funciona muito bem, em alternativa ele poderá ser utilizado de forma seca ou defumada.

Na Noruega este peixe é um ingrediente principal de almôndegas de peixes locais.

Já no Reino Unido este peixe é muito utilizado para preparar o prato Fish and Chips.

 

Peixe Jamanta, Conheça Esse Belo Peixe

Também conhecido como peixe manta, é uma espécie de peixe cartilaginoso a maior das espécies de arraias atualmente conhecidas. Este é um tipo de peixe que se encontra na maior parte das regiões tropicais e subtropicais de todos os oceanos, principalmente próximos de recifes de corais.

Características físicas do Peixe Jamanta.

O Peixe Jamanta possui seu corpo com características distintas, estas que são um corpo em formato de losango e uma cauda longa sem espinhos, o que poderá atingir algo em torno de sete metros de envergadura, e pesar mais de 1,350 kg. É um animal de vida longa, que pode viver até 20 anos.

Entre outras características deste peixe podemos citar que ele não tem dentes verdadeiros e se alimenta tanto de plâncton como de outros peixes, porém são inofensivos. Eventualmente podem se aproximar de barcos ou mergulhadores, podendo executar voos curtos fora da água. Outra curiosidade interessante é que este peixe possui um maior volume cerebral com relação ao do corpo de todos os tubarões e arraias conhecidos.

Em suas migrações, as jamantas acabam realizando mergulhos de forma frequente, até profundidades de 2 mil metros, uma das maiores medidas entre animais marinhos conhecidos, em uma região onde a temperatura da água atinge 3 graus centígrados.

A interação do Peixe Jamanta com o homem.

Estes são animais que normalmente não temem o ser humano, inclusive em várias regiões como a Ilha Big Island no Havaí, estes animais realizam encontros diários com mergulhadores em mergulhos noturnos, onde os animais vêm atraídos por plânctons que as luzes dos mergulhadores geralmente atraem.

Para quem busca um encontro com estes animais, uma boa pedida é visitar o arquipélago de Revillagigedo no México.

Outra particularidade é que em cativeiro estes peixes são difíceis de serem mantidos, principalmente devido ao seu tamanho. Em Lisboa, porém, o Oceanário possuía estes animais até pouco tempo atrás reintroduzindo os mesmos para seu habitat natural.

 

Peixe Jacundá, Peixe de Água Doce

O Peixe Jacundá, é um peixe de água doce, conhecido popularmente pelo mesmo nome, conta com a sua espécie distribuída em todo o Brasil. Saiba mais sobre informações e características da espécie logo em seguida.

Sobre o habitat e a alimentação.

O Peixe Jacundá é um tipo de peixe que habita os rios, bem como remansos de rios, lagoas, represas, e afins, estão sempre próximos de estruturas como paus, pedras e também próximos de outros objetos.

Sua alimentação ocorre basicamente de carne, sendo um carnívoro de animais pequenos, como pequenos peixes, camarões e outros animais invertebrados.

Sobre a sua reprodução e características do Peixe Jacundá.

É importante citar que a fêmea do Jacundá, em uma época de reprodução totalmente apresentada com colorações levemente vermelhas e próximas das nadadeiras anais. Os casais de Jacundá sempre costumam cuidar de sua prole em todo o período de desenvolvimento.

Com relação as características do peixe Jacundá, podemos citar que este é um peixe de escamas, que conta com seu corpo alongado, uma boca grande, com mandíbula um pouco maior do que um maxilar superior. Sua cabeça geralmente é coberta por pintas mais escuras, e a sua borda posterior de pré opérculo é serrilhada.

Este é um peixe que possui faixas escuras verticais em flancos e faixas longitudinais, um pouco mais escuras, e ao longo do corpo, que se estendem nos olhos até seus pedúnculos de nadadeiras caudais, e um ocelo que fica na parte superior do pedúnculo caudal. Este é um peixe que possui seu ventre avermelhado, podendo alcançar pelo menos 40 cm de comprimento e chega a atingir 900 gramas de peso.

Uma curiosidade interessante sobre a espécie é que ele atinge a sua maturidade sexual ao final do primeiro ano de vida. Alguns exemplares depositam os seus ovos em uma superfície limpa previamente, defendendo o território até que os ovos eclodam.