Peixe Belonidae, O Peixe Agulha

Os peixes Belonidae, conhecidos também como peixes bicudos ou agulhas nada mais são do que peixes pelágicos, associados com águas marinhas costeiras ou ainda com águas superficiais de mares abertos. Muitas das espécies vivem tanto em águas salobras como em água doce, em contrapartida, alguns genéricos são encontrados apenas em água doce.

Os peixes belonídeos contam com algumas semelhanças com os gars americanos, e seu nome originalmente foi utilizado para a agulha Belone belone da Europa e mais tarde aplicado a vários tipos de espécies americanas por colonos.

As agulhas são membros dos Beloniformes, e por isso são mais próximas dos peixes voadores e peixes agulha por exemplo.

Sobre a descrição dos peixes Belonidae.

Os peixes agulha são delgados, e os seus tamanhos máximos variam entre 3 a 95 cm. Como características únicas o peixe possui uma barbatana dorsal, esta que é colocada em sua parte de trás do dorso, quase em oposição a sua barbatana anal.

Com relação a sua característica mais distintiva, podemos citar que temos o longo e estreito bico com numerosos dentes aviados. Na maior parte das espécies, a maxila caba apenas atingindo o tamanho máximo quando os peixes atingem o estado adulto, enquanto jovens parecem meio agulhas com uma mandíbula um pouco mais longa e um maxilar mais curto.

Com relação ao seu habitat, os peixes agulha são mais comumente encontrados em trópicos, mas alguns deles habitam águas temperadas, principalmente durante o verão. O peixe Belone belone é uma espécie considerada comum do Atlântico Norte, o que na maioria das vezes nadam em cardumes junto das cavalas, atingindo em torno de 60 cm de comprimento. Este é um peixe bem fácil de pescar com anzol iscado, e é uma iguaria boa para o consumo, apesar de ter muitas espinhas.

Em aquários, a espécie Xenentodon cancila, que é do sudeste asiático, é utilizada como um peixe de aquário, atingindo em torno de 30 a 40 cm de comprimento.