Quais São os Peixes Ideais Para Fazer a Limpeza do Aquário

Quem possui um aquário em casa, é importante realizar a limpeza dele com regularidade e assertividade. A limpeza do aquário é o que irá garantir a saúde dos peixes que vivem no ambiente. Há diversas opções de limpeza de um aquário. Existem muitas opções de limpeza, mas entre todas elas a mais eficaz e natural é fazê-lo através dos próprios peixes. Contudo, é importante certificar-se de que o seu modelo de aquário permite fazer este tipo de procedimento.

 

Para quem possui aquários de água salgada, uma opção por um sistema de limpeza com os próprios peixes, é escolher um peixe palhaço, que é altamente indicado para este tipo de procedimento. Há informações espalhadas pela rede que apontam que o peixe – palhaço possa ser colocado em aquários de água doce, o que é uma inverdade. Nunca se coloca peixe de água tropical (salgada) em aquários de água doce. Eles vão morrer, e não vão exercer a dupla função de embelezar o aquário e ajudar a fazer a limpeza do fundo.

 

Outra boa opção para quem tem aquário de água salgada ou tropical é o peixe-gato. O peixe-gato é o que se usa mais nos aquários tropicais. São muito úteis, visto que comem tudo o que encontram no fundo.

 

Já os peixes cascudos são uma variação (de água doce) do peixe gato, eles também ajudam na limpeza do fundo do aquário. Durante o dia precisam de se refugiar, a sua atividade é desenvolvida à noite.

 

Estas são algumas das espécies mais utilizadas. Entretanto, quem pratica aquarismo, deve sempre ir à loja onde faz a aquisição de seus peixinhos e verificar se há outras opções que sejam compatíveis com os que já existem no aquário. Lembre-se de que peixes não combinam com todos os outros tipos de peixes que estão disponíveis para serem colocados em um tanque. E sempre tenha cuidado ao introduzir um novo peixe no aquário, pois ele pode não se adaptar aos demais que já vivem lá. Também é importante não colocar mais peixes do que o reservatório é capaz de suportar. Há mais sujeira para ser limpa, e haverá certamente um desequilíbrio nas propriedades naturais da água do ambiente.

 

Estes peixes são considerados muito especiais pela sua beleza, e, além disso, um pouco diferentes de qualquer outro. As suas cores, as listras e os seus bigodes fazem destas algumas das espécies para decorar o seu aquário e ao mesmo tempo para mantê-lo limpo.

Dicas de Como Fazer Manutenção de Aquários

Para quem acha que ter um aquário em casa dá muito trabalho, pode vir a ter uma grande surpresa e enganar-se. O crescimento do setor nos últimos anos mostra que não somente ter aquários em casa não demanda tanto trabalho como o aquariofilismo – hobby voltado para a prática de produzir, manter e até mesmo colecionar aquários e peixes – vem crescendo largamente nos últimos anos.

Esta mudança se justifica, em grande parte, por duas razões – a primeira é que o surgimento de novas tecnologias proporcionou uma facilidade em encontrar materiais para aquários, novas espécies de peixes e até mesmo o surgimento de mão de obra especializada para ajudar as pessoas a manterem aquários em suas casas. A segunda é que, a presença de um aquário numa casa dá um toque diferente à decoração do local. Em alguns casos, os aquários podem até mesmo substituir a presença de um quadro na parede.

Não importa se são grandes, médios ou pequenos. A presença de um aquário em qualquer que seja o ambiente da casa chama a atenção de qualquer visitante. Há quem garanta que até mesmo a presença dos peixinhos dinamiza mais o ambiente, uma vez que, a maneira de cada espécie, eles são capazes de reconhecer seus donos e interagir com os mesmos.

E não dá tanto trabalho quanto parece, aos olhos dos que não estão muito afinados com a prática. Há uma infinidade de espécies de peixes que não necessitam de grandes cuidados, nem mesmo da troca constante de água dos tanques e/ou reservatórios. Há tecnologias hoje que já permitem a uma filtragem da água sem a necessidade da troca semanal. E diversas práticas sustentáveis podem ainda ser aplicadas aos aquários. Existem empresas especializadas no ramo de aquariofilismo que vão semanalmente às casas de seus clientes técnicos que cuidam de tudo, por um preço altamente atrativo. Eles verificam o ph da água, veem se as plantas estão nutridas e se há algum tipo de questão com os peixes. Além de reporem nutrientes à água, fazer a filtragem e outros.

Agora, para quem não quer dispor deste tipo de serviço, há algumas manutenções que as pessoas acreditam ser necessárias semanalmente, enquanto na verdade não o são. Trocas de água devem ser apenas mensais – no caso de muitas impurezas, o ideal é usar a técnica da sifonagem – com a qual se retira toda a sujeita depositada no fundo do aquário. Além disso, a sifonagem retira o nível de amônia da água, deixando-a mais limpa, mesmo com a agitação do cascalho no fundo. O aquário irá perder 30% da água, que deverá ser reposta por água condicionada. Mas antes, é importante deixar que esta água fique repousando ao menos um dia no sol, para perder todo o cloro.

Outra dica é usar os tradicionais filtros cujos rótulos trazem as instruções de seus fabricantes.